162527 - 800 px

 

O presidente da Granbel, Vítor Penido, iniciou o encontro dos gestores de cultura lembrando que o maior problema das administrações é recurso e que todas as prefeituras estão passando por um momento difícil; com problema de receita, o que acaba impedindo que alguns projetos possam avançar.

"Podemos discutir os projetos e se houver necessidade iremos ao Ministério da Cultura. Essa é a função da Granbel reunir, conversar e discutir e a casa está sempre à disposição". Vítor

 

"QuDSC 4633 - 200 pxeria tomar a liberdade, de dizer que esse Fórum tem um papel muito nobre. É um prazer estarmos aqui, abrindo a primeira reunião do ano e podendo rever pessoas que estão com a gente nessa batalha pela Cultura". Simone Araújo, Diretora de Ação Cultural Regionalizada da Fundação Municipal de Cultura de Belo Horizonte

Ressalta Simone que o papel do Fórum, além da troca de experiências, tem um convívio para o entendimento do que se pode fazer juntos; "somar e unir nossas forças, considerando que todos nós enfrentamos dificuldades de tocar projetos maiores por uma cultura melhor".

 

 

 

DSC 4754 - 200 px

O representante regional do Ministério da Cultura em Minas Gerais, Aníbal Macedo, manifestou o interesse em reforçar os laços entre os municípios e os gestores, "porque a cultura não pode estar presa a questão dos territórios geográficos dos municípios. Os territórios culturais vão para além dos limites de cada município e a partir disso, fica certo que temos que trabalhar em conjunto", frisou.

Disse que na RMBH haviam quase 30 milhões de reais do Ministério da Cultura que foi alocado no Céu das Artes em vários municípios. Propôs retomar a conversa com os gestores de Cultura ou Esportes, dependendo de onde as obras estão sendo feitas, "mas quero visitar cada um dos municípios parta que possamos conversar sobre o Céu das Artes", acrescentou Aníbal.

Informou sobre o trabalho que vem sendo desenvolvido com a secretaria de Estado da Cultura, para ajudar as bibliotecas públicas, que são pontos de encontro de manifestações culturais nos municípios.

 DSC 4621 - 800 px

O presidente Vítor Penido fez um apelo aos secretários presentes para que repassem ao prefeito a participação deles nas reuniões da Granbel "que é de extrema importância".

 

"É sDSC 4709 - 200 pxempre um prazer falar em nome dos artistas. Vai ser muito bacana ter "tete a tete" com a Superintendência, pois não tínhamos essa Cultura de ter e poder acessar regularmente os órgãos públicos, a prefeitura para nos ajudar". Antônio Carlos Fonseca, o Tom (músico)

Tom disse que o tempo atual não é de pensar em sua própria carreira, e sim como se pode contribuir para resolver e que o momento, é propício para união, que gera mudanças. "Essa conexão e intercâmbio entre os municípios é importante para realmente trocarmos experiências e fazer um mundo melhor".

 

 

Encaminhamentos para 2017/2018

Para garantir uma agenda positiva e não haver descontinuidade no período de transição entre as gestões foram definidas nas últimas reuniões do fórum uma série de recomendações de pautas e encaminhamentos para 2017 e 2018: Novo formato da diretoria, Criação de coordenações específicas para ampliar a participação e compromisso, especificação da titularidade como sendo do município, formalização do fórum e agenda preliminar para 2017, com reuniões mensais.

Nova diretoria 2017/2018

Presidência: Abilio Abdo Lopes - Secretário Municipal de Cultura de Nova Lima

Vice-Presidência: Sérgio de Paula e Silva Júnior, Secretário Municipal de São José da Lapa

Secretaria Geral: Guilherme Bittencourt, Secretário Municipal de Cultura de Raposos

Diretoria de Articulação Institucional: Mônica Regina Cruz, Secretária Municipal de Cultura de Vespasiano

Para o novo formato, foram propostas duas novas cadeiras que serão eleitos na próxima reunião do Fórum: Secretaria Executiva e Diretoria Financeira.

Fórum completa 20 anos

DSC 4893 - 200 pxO coordenador eleito pelos secretários municipais de Cultura e fundador do Fórum, Abílio Abdo Lopes, atual secretário municipal de Cultura de Nova Lima, manifestou o seu contentamento em retornar a Granbel e lembrou que no dia 18 de junho de 1997 foi feito o primeiro Fórum de Cultura, e que neste mês completam 20 anos da existência do fórum. Abílio agradeceu a confiança depositada em seu trabalho e disse que ia caminhar "passo a passo" com seus colegas, "aproveitando a experiência de muitos e auxiliando os que chegaram agora, que estão iniciando o trabalho na cultura", frisou.

"Quando iniciamos, o Fórum serviu de muito aprendizado para os gestores e secretários, pois estávamos no início de tudo e conseguimos progredir". Abílio Abdo

"Acredito que vamos continuar tendo excelentes resultados porque estamos somando a experiência do Abílio na área mais o trabalho anterior desenvolvido pelo Fórum e a rica contribuição que o município de Belo Horizonte vem prestando". Presidente Vítor

Durante a primeira reunião do Fórum de Cultura, desta gestão, foi apresentada a proposta de criação de quatro coordenações específicas voltadas para articulação entre os órgãos da região metropolitana, pelo assessor da Agenda 21, da Secretaria de Cultura de BH, José de Oliveira Júnior: Coordenação de Políticas de Artes; Coordenação de Políticas de Memória e Patrimônio; Coordenação de Políticas institucionais e de SNC (sistema Nacional de Cultura) e Coordenação de Assuntos de Formação.

Proposição aprovada no Fórum 2016 é colocada para aprovação do Fórum atual

No ano de 2016, o Fórum de Secretários Municipais de Cultura iniciou uma discussão sobre a mudanças dos Estatutos da Entidade para que pudessem, através da Granbel, acessar serviços e recursos ligados à Cultura. A proposta de alteração dos Estatutos da Granbel, foi apresentada pelo assessor da Agenda 21, da Secretaria de Cultura de Belo Horizonte, José Oliveira Júnior.

Mudança de Estatutos

O presidente Vítor Penido ficou de submeter as mudanças propostas à Assessoria Jurídica da Granbel, e posteriormente marcar uma reunião com os prefeitos metropolitanos para aprovação.

Propostas de pautas mensais aprovadas

Junho: Conhecer as demandas dos Municípios da RMBH e apresentar a proposta Gestão da atual diretoria da GRANBEL; publicação da cartilha de orientação e agenda primeiro semestre do fórum

Julho: Eleição nova diretoria; reaproximação dos municípios; encaminhamento de alteração estatuto GRANBEL para possibilitar a realização de projetos conjuntos dos municípios e projetos conjuntos para a RMBH.

Agosto: Verificação da situação dos municípios no SNC; articulação para Implantação conjunta da plataforma mapas, do SNC/MinC e articulação para compartilhamento e troca de experiências sobre Planos Municipais de Cultura da RMBH.

Setembro: Cronograma de ações 2017 da agenda 21 da cultura na RMBH e ação conjunta 2017 – circuito metropolitano de artes.

Outubro: Plano diretor municipal e políticas de cultura na RMBH e orientações sobre parâmetros urbanísticos.

Novembro: Políticas de patrimônio e turismo na RMBH e articulação planos municipais de cultura e turismo na RMBH.